José Adrião Arquitectos vence Prémios Nacionais de Reabilitação Urbana 2015

A Casa da Severa, um dos espaços da 3ª edição Lisboa Open House que contou com visitas realizadas pelo autor, vence prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2015. O edifício foi distinguido com os prémios “Melhor Intervenção com Impacto Social” e “Melhor Intervenção na Cidade de Lisboa”. A Casa da Severa resultou da transformação de um edifício de habitação situado no Largo da Severa, antiga Rua do Capelão na Mouraria num equipamento cultural. O edifício original tinha 3 pisos mais sótão e um total de 6 frações destinadas a habitação, apresentando diferentes problemas estruturais e escassas condições para habitar como resultado de sucessivas transformações e compartimentação interior. De modo a adaptar o espaço ao novo programa - café/ restaurante que visa manter a herança do fado, o interior do edifício foi demolido, preservando o seu exterior e a sua forte identidade urbana.

João Pedro Falcão de Campos vence prémio AICA

Os Prémios da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA), relativos a 2013, distinguiram o arquitecto João Pedro Falcão de Campos. Uma decisão unânime do júri, "justificada pela consistência da sua obra e a abrangência da sua atuação. O Prémio recai sobre um arquitecto que trabalha com o mesmo rigor obra nova, reabilitação, arquitetura ou espaço público". As duas obras mais recentes - Banco de portugal e Passeio Pedonal assistido da Baixa ao Castelo fizeram parte do Roteiro Lisboa Open House 2014.

Os instantes que ficam da 3ª edição do Lisboa Open House

Fotografia: © Renata Macedo de Sousa

Registaram-se experiências e olhares, na 3ª edição do Lisboa Open House. Desta vez, visou-se a divulgação e colocação no Instagram. “Lisboa num Instante”, o concurso criado pela Trienal de Arquitectura de Lisboa, mostrou não só edifícios, mas também individualidades e personalidades, obtendo uma participação efusiva dos visitantes.

Dois objectivos subjaciam neste concurso: aumentar a participação online, alargando e diversificando o leque de público, e promover uma experiência diferente que valorizasse a experiência individual no evento.

As 719 fotografias publicadas revelam a boa adesão ao concurso e um cumprir dos objectivos propostos.

Edifícios, pessoas, e tudo o que complementa esta relação: o primeiro concurso de fotografia da Trienal de

Arquitectura de Lisboa elegeu 4 categorias – Exterior, Interior, Pessoas e Detalhes - e 4 vencedores. A escolha dos vencedores não foi fácil. A qualidade e diversidade de imagens marcam a dificuldade: a subjectividade é, naturalmente, a regra.

Damos os parabéns aos vencedores, a quem foi oferecido um ebook da última edição da Trienal, e à grande vencedora, Renata Macedo de Sousa, que irá desfrutar do festival Vodafone Mexefest - o semelhante musical do Lisboa Open House.

Esta será uma iniciativa a manter no futuro e aguardamos pela oportunidade de desfrutar de mais fotografias, e, acima de tudo, de mais olhares.

As portas de Lisboa abriram-se e o público entrou: mais uma edição de sucesso do Lisboa Open House

11 e 12 de Outubro: um fim-de-semana chuvoso que não enublou a 3ª edição do Lisboa Open House. Um roteiro de 70 espaços, que confirmou a excelente adesão do público, contando com cerca de 14.000 visitas.

Uma edição de consolidação, que apresentou diversas novidades: um site mais web responsive, um passatempo de instagram e um programa paralelo.

O novo website do evento foi essencial para facilitar as escolhas e as marcações do público, registando um aumento de 20% de visitas.

“Lisboa num Instante” foi o concurso de Instagram lançado pela Trienal de Arquitectura de Lisboa, que reuniu 719 fotografias, 4 vencedores, e muita qualidade fotográfica.

Um evento gratuito desta dimensão deve grande parte do seu sucesso aos 21 especialistas, entre os quais autores dos projectos, e ao voluntariado. Este ano, o Lisboa Open House contou com 129 voluntários, dedicados ao acompanhamento dos visitantes das visitas comentadas.

As sugestões do público tiveram uma enorme importância, e essa área será cada vez mais priorizada em futuras edições.

A grande missão Open House é permitir o desfrutar, a apreciação e a compreensão da arquitectura, de forma gratuita. Abrem-se portas para isso mesmo, e proporcionam-se experiências. Um novo ano se aproxima, e, com ele, um novo roteiro, uma nova edição e muitas novidades: esperamos pela entrada do público, em 2015, quando as portas de Lisboa se abrirem novamente.

11h Visita ao Bairro do Castelo

Devido às condições climatéricas a visita ao Bairro do Castelo será alterada: O Arquitecto Bartolomeu da Costa Cabral manteve a sua disponibilidade e haverá uma visita à Escola EB1 Castelo - Rua das Flores de Santa Cruz às 11h.

Domingo, 12 Outubro

Devido a razões climatéricas as visitas ao Complexo das Amoreiras e Ribeira das Naus - estão canceladas. No entanto podem-se visitar todos os outros espaços de acesso livre.